Entenda porque Freddie Mercury deixou metade de sua fortuna para ela - Ah ti peguei !!!

Entenda porque Freddie Mercury deixou metade de sua fortuna para ela

Durante sua vida, Freddie Mercury manteve relacionamentos com vários homens, mas o grande amor de sua vida foi uma mulher.

Freddie Mercury deixou metade de sua fortuna para ela (Imagem: Reprodução/Incrível)
Freddie Mercury deixou metade de sua fortuna para ela (Imagem: Reprodução/Incrível)

Mary Austin o conheceu antes que sua banda, Queen estourasse para a fama. Eles passaram quase a metade de suas vidas juntos, mesmo depois que o cantor revelou sua orientação sexual. Ele dedicou a música “Love of my life” a ela, que sempre o acompanhou, mesmo em seus últimos momentos.

Em 1991, quando Freddie Mercury morreu de pneumonia complicada pela AIDS, aos 45 anos, Mary Austin estava ao seu lado. Ao partir, ele deixou para ela metade de todos os seus bens, apesar de ter passado os últimos anos de sua vida num relacionamento estável com Jim Hutton, seu namorado.


No total, sua herança foi de mais de 70 milhões de dólares e uma mansão de 28 quartos em Kensington, Londres, onde Mary vive até hoje. “Que pessoa melhor para deixar minha fortuna quando eu partir?”, ele disse numa entrevista. Mas por que Freddie queria deixar parte de tudo que ele havia conseguido na vida para essa mulher?


Nascida numa família modesta, Austin trabalhava em 1969 na Biba, uma loja fashion de Londres. Mercury também atendia num brechó muito perto, em Kensington. Foi ali que se conheceram. Tudo aconteceu muito rápido e, depois de alguns meses, eles estavam morando juntos. Como ela se lembraria anos depois, “nós crescemos juntos”.



Um ano depois, o sucesso e a fama do Queen mudaram suas vidas e, com isso, foram morar em um apartamento de luxo. Ela era sua conselheira, a única que poderia colocá-lo em seu lugar, até repreendê-lo quando o agora rico Mercury desperdiçava dinheiro. O cantor começou a planejar sua vida com Austin e, pouco depois, a pediu em casamento. Ela aceitou.


Austin acompanhava Mercury em suas turnês e ensaios. Mas, embora ele tenha impressionado o mundo, esse sucesso não o acompanhou em casa. O relacionamento deles esfriou a ponto de Austin achar que seu prometido a traía. Quando conseguiu reunir forças para discutir a relação, Freddie confessou que era bissexual.


Austin deixou o apartamento onde ambos moravam, mas não a vida de Mercury. Ela nunca deixou de ser sua companheira e continuou a assistir aos shows, ouvindo seus problemas, mantendo o segredo de sua sexualidade e até de sua doença. E ele continuou amando-a até o fim. “Quando ele morreu, eu senti que tínhamos um casamento, fizemos isso nos bons e maus momentos, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença”, disse Austin anos depois.



E Mercury pensava a mesma coisa. “Todos os meus parceiros me perguntaram por que eles não podiam substituir Mary, mas isso é simplesmente impossível”, disse certa vez. “A única amiga que tenho é ela, e eu não quero mais ninguém. Para mim, ela era minha esposa perante a lei, para mim, era um casamento.”


Ela esteve junto antes do sucesso e da fama, e também depois, mesmo quando as coisas se tornaram dolorosas e a doença passou a fazer parte de suas vidas. Ela o acompanhou em seus últimos momentos, e é por isso que herdou muito do que Mercury conseguiu ao longo de sua vida. É assim que Mary Austin está hoje.



Via: Incrível