A mulher que é saudável e quer viver como uma deficiente - Ah ti peguei !!!

A mulher que é saudável e quer viver como uma deficiente

Imagine viver como uma pessoa deficiente, sendo que você é uma pessoa totalmente saudável? Confira essa história de Jennings White.


A mulher que é saudável e quer viver como uma deficiente (Imagem: Reprodução/Fatos Curiosos)
A mulher que é saudável e quer viver como uma deficiente (Imagem: Reprodução/Fatos Curiosos)

Uma pessoa deficiente é alguém que possui algum tipo de limitação física, motora ou intelectual. As pessoas que têm deficiência, geralmente têm que se adaptar a uma nova vida, que nem sempre é fácil, na verdade nunca é.

Apesar das dificuldades de viver com limitações, essa cientista não vê as coisas dessa forma. Na verdade, seu sonho desde a infância é andar de cadeira de rodas. Perder o movimento de seu corpo da cintura para baixo é uma das grandes vontades de Jennings-White.

Transtorno de Identidade de Integridade Corporal

Transtorno de Identidade de Integridade Corporal (Imagem: Reprodução/Fatos Curiosos)
Transtorno de Identidade de Integridade Corporal (Imagem: Reprodução/Fatos Curiosos)
A verdade é que essa não é uma condição normal de nenhum ser humano. A vontade que Jennings, de 58 anos, sente de ser deficiente é na verdade uma "desordem de identidade de integridade do corpo". Uma condição psicológica na qual a pessoa não aceita alguns de seus membros e deseja amputá-lo. Às vezes anseiam por se tornarem paraplégicas.

Jennings tem essa vontade desde quando tinha apenas 4 anos de idade. Ela achava que havia algo errado com ela, afinal, ela tinha pernas e andava. Aos 9 anos, ela tentou se acidentar propositalmente andando de bicicleta, seu objetivo era ficar deficiente. No entanto, o que ela conseguiu foram alguns arranhados e hematomas.

A mulher inclusive usa um aparelho nas pernas para ter a sensação de que é deficiente. Em casa, ela também usa cadeira de rodas, para realmente se sentir como uma pessoa deficiente. Ela diz que sempre que está na cadeira de rodas, sente-se normal. No entanto, quando anda, parece que nada daquilo é automático e isso a incomoda.

Sempre que Jennings vai esquiar ou fazer alguma atividade perigosa que possa lhe causar alguma deficiência, o que a mulher sente é um alívio de toda sua ansiedade por ser deficiente.

O sonho de não andar

Mulher sonha em ser paraplégica (Imagem: Reprodução/Embrulha!)
Mulher sonha em ser paraplégica (Imagem: Reprodução/Embrulha!)
Jennings estava a procura de um médico que realizasse seu sonho, que cortasse os seus nervos ciático e femoral, para que ela não pudesse andar mais. É claro que muitas pessoas a criticaram, mas ela não se abalou com isso. Comparou sua situação com a de um homem transexual que faz a cirurgia de redesignação sexual.

A mulher chegou a encontrar um médico que aceitasse realizar o procedimento, mas o valor cobrado seria de aproximadamente 25 mil dólares. Dinheiro que Jennings não tem. No entanto, ela acredita que se conseguisse juntar o valor, não hesitaria em realizar o procedimento cirúrgico.

Alguns médicos acreditam que, no futuro, as pessoas que sofrem com esse condição, poderão ter os órgãos desativados por um curto período de tempo. Isso possibilitaria que eles sentissem realmente como é viver naquela condição, ao menos por algum tempo.

E você, já ouviu falar sobre algo parecido com isso? Deixe sua opinião nos comentários!