5 mitos que acreditamos sobre o corpo da mulher - Ah ti peguei !!!

5 mitos que acreditamos sobre o corpo da mulher

Existem alguns mitos sobre o corpo feminino que quase toda população acredita, pelo fato de não conhecerem o que realmente diz a ciência.


5 mitos que acreditamos sobre o corpo da mulher (Imagem: Reprodução/Bonde)
5 mitos que acreditamos sobre o corpo da mulher (Imagem: Reprodução/Bonde)

Atualmente, os cientistas estão mudando esse cenário de crenças erradas sobre o comportamento do corpo da mulher. Confira cinco mitos que foram analisados e comprovados por médicos e especialistas em que os resultados surpreendem:

1 - Mulheres não podem engravidar no período da menstruação

Mulheres não podem engravidar no período da menstruação (Imagem: Reprodução/Internet)
Mulheres não podem engravidar no período da menstruação (Imagem: Reprodução/Internet)
Segundo ginecologistas estadunidenses “nada é impossível quando se trata de gravidez”. É, sim, mais difícil que a mulher engravide, mas nem por isso não há essa chance.

Quando está dentro da mulher o esperma pode “esperar” até uma semana para encontrar um óvulo dando sopa. E a ovulação pode acontecer logo depois ou, em algumas vezes, até durante o sangramento mensal.

Logo, não use o calendário como método único de contracepção, pois ele pode falhar.

2 - A menopausa atrapalha a vontade sexual feminina

A menopausa atrapalha a vontade sexual feminina (Imagem: Reprodução/Internet)
A menopausa atrapalha a vontade sexual feminina (Imagem: Reprodução/Internet)
Uma pesquisa, também nos Estados Unidos, mostrou que metade das mulheres americanas na faixa dos 50 anos fazem sexo várias vezes por mês.

Apesar de calorões e de outros desconfortos característicos da menopausa poderem, temporariamente, acabar com o clima para as mulheres (como qualquer desconforto, apresentado em qualquer idade), não há uma ligação direta entre a menopausa e a falta de desejo sexual

3. Uso de antibióticos compromete o eficácia do anticoncepcional

Uso de antibióticos compromete o eficácia do anticoncepcional (Imagem: Reprodução/Internet)
Uso de antibióticos compromete o eficácia do anticoncepcional (Imagem: Reprodução/Internet)
As pílulas têm risco de 1% de falhar e, quando a mulher está tomando antibióticos ao mesmo tempo, essa taxa não muda. No entanto, não há pesquisas mais aprofundadas sobre o assunto que possam afirmar ou negar, com absoluta certeza, se há ou não essa relação.

Sabe-se que alguns antibióticos, os prescritos para tuberculose, possuem uma substância chamada rifampina que pode, sim, comprometer o efeito hormonal das pílulas, mas se isso aumenta as chances de gravidez ou se houve uma ocorrência nesse sentido ainda não se sabe.

4. Mulheres e homens precisam da mesma quantidade de sono

Mulheres e homens precisam da mesma quantidade de sono (Imagem: Reprodução/Internet)
Mulheres e homens precisam da mesma quantidade de sono (Imagem: Reprodução/Internet)
Mulheres precisam, na verdade, dormir mais do que os homens. Um estudo que analisou 6 mil pessoas percebeu que mulheres que dormiam cinco horas ou menos por noite tinham mais risco de desenvolver hipertensão e seus níveis de inflamação eram maiores do que mulheres que dormiam de sete a oito horas.

Já nos homens, nenhuma diferença entre a saúde daqueles que dormiam cinco horas ou oito foi notada.

5. Médicos podem descobrir se a mulher é 'virgem'

Médicos podem descobrir se a mulher é 'virgem' (Imagem: Reprodução/Internet)
Médicos podem descobrir se a mulher é 'virgem' (Imagem: Reprodução/Internet)
Dificilmente médicos conseguem diferenciar as mulheres virgens das sexualmente ativas. Não basta apenas procurar por um buraco naquela camada na vagina conhecida como hímen porque, na verdade, o hímen vem com um buraco “de fábrica”.

Se a vagina fosse realmente “selada” como uma mulher conseguiria menstruar? Aliás, há casos em que as meninas nascem com o hímen realmente fechado e a menstruação fica alojada no útero, causando sérios problemas de saúde.